fbpx

Dicas para otimizar suas campanhas no Facebook ADS

Uma das ferramentas mais utilizadas atualmente pelo profissional de marketing digital é o famoso:  Facebook ADS.

A ferramenta é uma ótima opção para quem quer alcançar resultados promissores em suas campanhas, pois a plataforma consegue entregá-las no Facebook, no Instagram e seus parceiros, além de apresentar muitos benefícios e possibilidades, como: anúncios para gerar leads, tráfego, conversão de vendas, visualização de vídeo, e consequentemente mais reconhecimento para sua marca.

Então, sem mais demora, vêm comigo e saboreie esta matéria, que está recheada de dicas para você otimizar suas campanhas.

1. Configure suas campanhas de maneira correta

E aí, você acha que suas campanhas estão configuradas corretamente?

A campanha deve sinalizar para a plataforma qual é seu objetivo ou meta, isso é o básico. Portanto, se o seu objetivo for gerar reconhecimento da sua marca, usar uma campanha de conversão, por exemplo, não é uma boa estratégia. Do mesmo modo, se você deseja conversão, a escolha mais correta não seria campanha de tráfego, já que não é sempre que tráfego significa mais vendas ou leads no site. 

Dessa maneira, ao otimizar campanhas no Facebook ADS certifique-se que o objetivo da campanha está configurado com o que você deseja alcançar com essa campanha.

2. Crie vários tipo de públicos e teste-os

Cada campanha deve ter alguns grupos de anúncio com diferentes públicos.

Dessa maneira, a plataforma vai entregar mais anúncios do grupo de anúncios com melhores resultados, incluindo conversão com menor CAC, engajamento, etc.

O grupo de anúncios que responder melhor para o seu objetivo, vai consumir mais orçamento. Enfim, você não corre o risco de pagar caro para veicular um grupo de anúncios com público limitado. Ah, e vale lembrar que se você deseja consumir determinado orçamento com um público alvo específico de forma obrigatória, crie uma campanha só para esse fim.

3. A segmentação demográfica é muito importante

Fique atento a segmentação demográfica, muitas vezes esquecida.

Você sabe, qual a idade de quem está recebendo seus anúncios?

Essa idade corresponde a 80% dos seus consumidores?

Uma dica, se a proporção de venda para homens e mulheres for muito distinta, é interessante ter duas campanhas rodando, uma para cada gênero, e cada uma ter um orçamento proporcional a receita que gera ao seu negócio.

Outra questão importante é a: LOCALIZAÇÃO.

Quais cidades ou estados trazem melhores resultados e com valor mais baixo?

Faça campanhas para essas cidades, lugares, se sobrar orçamento, estenda para outras regiões. Essas informações demográficas você pode conseguir pelo seu Google Analytics.

4. Não sobreponha cidades

No momento de escolher as cidades onde o seu grupo de anúncios vai rodar, atenção para não sobrepor cidades, ou seja, se existem duas cidades que fazem divisa e ambas estão com +10Km, elas irão se sobrepor e isso vai fazer com que você concorra com você mesmo, e o resultará em um custo de resultado mais alto.

5. Certifique-se de que o público já não está esgotado

É muito comum que públicos se esgotem nos Facebook ADS e os resultados passem a ficar ruins. Para que isso não aconteça, vá em: (Ver informações sobre veiculação) e analise a (taxa de primeira impressão).

Se essa taxa estiver em 10%, significa que 90% das pessoas impactadas já viram seus anúncios antes, e isso indica saturação do público. Se o público for um lookalike de 1%, uma dica é expandir para 2 ou 3%, já se for um público de engajamento,  abaixe o orçamento desse grupo de anúncios e teste um novo público alvo.

6.  Posicionamentos automáticos

É muito interessante usar posicionamentos automáticos, afinal, o algoritmo do Facebook ADS é bastante inteligente.

E essa é uma das otimizações que podem gerar queda no custo por resultado. Escolhendo essa opção, a própria ferramenta vai escolher onde entregar sua campanha, com base em onde traz mais resultado e menor custo.

A ferramenta pode entregar seu anúncio no Messenger, por exemplo,  onde pode ter menos pessoas anunciando. Dessa maneira terá melhores resultados gastando menos.

7. Use “ Visualização de Página”.

Nas campanhas de tráfego, escolha pagar por “visualização de página”, ao  invés de pagar por “click no link”. Por que ao pagar por clique no link, você já paga assim que o anúncio é clicado. Já na primeira opção, o usuário precisa carregar o seu site.

Isso é importante porque nem todo mundo que clica acessa o site, afinal, o clique pode ter sido um engano, o site pode demorar para carregar e outros fatores podem fazer você pagar por um clique que não foi válido. Portanto, pagar por ‘visualização de página’ é a melhor opção para quem quer fazer campanhas de tráfego.

8. Você já testou estes Públicos?

Existem alguns públicos que respondem muito bem para quem trabalha com Facebook ADS, que são:

a) Público de Remarketing: impacte quem visitou o seu site com anúncios. Normalmente o usuário responde bem, porque já conhece a sua marca;

b) Público de envolvimento: crie um público das pessoas que já se envolveram com sua página no Facebook e Instagram.

c) Público lookalike de clientes: suba uma lista de clientes com e-mails ou telefones, e crie um público semelhante. Você chegará ao público semelhante aos seus clientes. 

Conclusão:

Agora, quero saber de você…

Você já aplica essas estratégias para otimização do Facebook ADS nas suas campanhas? 

Se não, espero que após ler esta matéria, coloque em prática, e fique mais apto a ter resultados incríveis nas suas campanhas.

Até mais.

Compartilhar esta matéria

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

PRECISA DE MAIS INFORMAÇÕES?

Estamos aqui para ajudá-lo. Por favor, preencha o formulário abaixo e entraremos em contato com você:

©2020 - E-commerce Rocket