fbpx

Como vender nos Estados Unidos

Atualmente, os e-commerces estão em constante crescimento no Brasil, a pandemia acelerou muito esse processo, e isso não é muita novidade. Além disso, nos Estados Unidos, em especial, eles movimentam mais de 400 bilhões de dólares ao ano e é um grande reflexo para todo o mundo. Por isso, o tema desta matéria de hoje, é mostrar como vender nos Estados Unidos mesmo sem ter operação local.

Segundo dados do consulado americano em São Paulo, o investimento de empreendedores brasileiros nos Estados Unidos aumentou 89% nos últimos cinco anos. E esse crescimento tem chamado muita atenção, é natural que os empreendedores que desejam aumentar suas vendas pensem nessa possibilidade, mas é claro que um avanço assim, deve levantar algumas dúvidas, como: Por onde começar?

Então, se você é empreendedor ou empresário no Brasil e está querendo expandir seus negócios vendendo nos Estados Unidos, esta matéria vai ajudá-lo.

Por que vender nos Estados Unidos?

Vender nos Estados Unidos é uma boa opção, afinal, devido a pandemia, a economia brasileira vem sofrendo uma das maiores crises da história recente, já a grande potência mundial conhecida se recuperou rápido e segue crescendo em ritmo acelerado. Então, vender nos Estados Unidos é uma grande oportunidade para os empresários que desejam diminuir os riscos de vender apenas no mercado brasileiro. 

Essa estratégia, além de ser uma maneira de diversificar, contribui muito na potencialização dos seus ganhos.

Existem inúmeras vantagens para vender nos Estados Unidos, como a valorização da iniciativa privada, impostos menores mais simples, segurança jurídica, política monetária e fiscal responsável e maior confiança. Além do mais, a alta no mercado de trabalho dos Estados Unidos e o crescimento dos salários favorecem o poder de consumo da população americana, pois, além de terem uma recuperação mais rápida comparado ao Brasil, o impacto de uma crise no dia a dia dos consumidores também é menor.

Como abrir uma empresa nos Estados Unidos?

Se pensarmos por um segundo em abrir uma empresa nos Estados Unidos, até parece ser algo complicado, né?

Mas, na verdade, é um processo bastante rápido e que pode ser feito totalmente online. Isso acontece, tendo em vista, que a legislação americana é mais simples do que a brasileira, e com a vantagem que desde o primeiro dia de operação, a loja já possa importar e exportar para todo o mundo, legal né?

Porém é importante destacar que algumas mercadorias podem exigir alguns registros para serem transportadas para fora do país, como cosméticos, por exemplo.

Essa enorme facilidade torna os empreendedores brasileiros bastante atraídos pelo mercado dos Estados Unidos. E mesmo que o crescimento dos e-commerces esteja em alta no Brasil, muitos empreendedores têm optado por ter um E Commerce nos EUA e vender para a América Latina. Dessa forma, é possível usufruir aproveitando as facilidades legislativas e burocráticas americanas e ao mesmo não precisar lidar com uma grande competição.

Quais documentos necessários para abrir um e-commerce nos EUA?

Primeiro, se você deseja abrir um e-commerce nos EUA, você vai precisar de um tipo especial de visto. E as opções desses vistos vão depender do tamanho da sua empresa e do capital investido.

Tendo em vista que você está começando, busque pelos vistos L1 e E2 que são destinados para estrangeiros com permissão para trabalhar no mercado americano. E não se esqueça de verificar com o Consulado todas as opções de vistos para saber qual deles melhor se enquadra na sua situação. Quando já estiver com o visto em mãos, procure o órgão responsável pela abertura de empresas no estado americano escolhido para abrir o seu e-commerce. Existem quatro tipos de empresas que você pode escolher para enquadrar o seu e commerce:

  • Empresa de um único proprietário;
  • Parceria (com sócios), LLC;
  •  Corporação.

E após esse processo, também é fundamental que todo empreendedor tenha um número de identificação e abra uma conta comercial para poder arquivar os impostos. O correto mesmo, é procurar um escritório de advocacia próprio esse fins de ajudar estrangeiros a fazer esses procedimentos dentro das leis americanas, dessa forma tudo ficará certinho, e evitará transtornos futuros.

Impostos para empresas nos Estados Unidos

Os impostos para se vender nos Estados Unidos, funcionam de acordo com o tipo de empresa que você tem e do estado escolhido por você.

No geral, é fundamental saber que os impostos Federais são pagos ao Internal Revenue Service (IRS) e os Estaduais ao Department of Revenue (DOR) de cada estado. Diferente do Brasil é que nos Estados Unidos você não precisa pagar um imposto sobre a nota emitida, lá, todos os impostos – independente se a sua empresa é LLC ou CORP – são tributados sobre a diferença entre receitas, custos e despesas dedutíveis.

Quais os impostos mais comuns dos EUA?

  • Income Tax Federal – Imposto de Renda Federal
  • State Income Tax – Imposto de Renda Estadual
  • Sales Tax – Imposto Sobre Vendas

Vale destacar que esses são apenas os impostos mais comuns, e que você vai precisar de ajuda profissional para operar da maneira correta.

Como funciona a contabilidade e controle da operação de fora dos EUA?

Como citado anteriormente, a legislação americana é muito mais simples do que a brasileira. 

Se você decidir vender nos Estados Unidos sem ter operação local, você poderá terceirizar o controle contábil da sua empresa. Essa é uma maneira de tirar todas suas dúvidas e manter sua contabilidade em ordem, além de ficar sempre informado sobre as obrigações da sua empresa por lá.

Importação e exportação de produtos para os Estados Unidos?

A importação dos produtos nos EUA, ocorre de maneira simples, a partir do primeiro dia de operação da sua empresa ela já poderá importar e exportar para todo o mundo.

Os custos dos impostos de importação para os Estados Unidos variam entre 0% e 37.5%, com a média sendo de 5.63%. 

Envio de produtos e Armazenagem 

Uma outra vantagem de vender nos Estados Unidos é que você pode terceirizar toda sua operação logística, mantendo estoque dos seus produtos por lá e vendendo-os através da Internet. 

Os meios mais conhecidos de fazer isso são através da Amazon, Ebay ou qualquer outro canal de venda disponível. Outra opção é utilizar operadores de Dropshipping.

Vamos colocar em prática?

Acredito que após ler esta matéria você está muito mais apto a começar a vender nos Estados Unidos, estou certo?

Então, agora é só aplicar essas dicas maravilhosas e faceis, e começar a vender muito nos Estados Unidos.

Bora?

Compartilhar esta matéria

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

PRECISA DE MAIS INFORMAÇÕES?

Estamos aqui para ajudá-lo. Por favor, preencha o formulário abaixo e entraremos em contato com você:

©2020 - E-commerce Rocket