fbpx

9 Dicas para vender mais nessa Black Friday de 2021

Não é segredo que o comércio eletrônico ganhou muita força nos últimos dois anos,  se você  atua na área de vendas e tem um e-commerce, deve saber que a Black Friday contribui muito no aumento das vendas, seja, produtos ou serviços. 

E as tendências para 2021 são muito promissoras, tendo em vista que em 2020, as vendas da Black Friday acumularam em torno R$ 4,02 bilhões no comércio eletrônico brasileiro, 25,1% a mais do que em 2019. Portanto, a espera para esse ano é que seja ainda melhor.

Este ano ela acontecerá aos 26 de novembro,  ainda tem tempo suficiente para se programar. 

Pensando nisso, separei 9 dicas excelentes para que você venda muito mais nessa Black Friday:

  1. Planejamento de Estoque

A primeira etapa para alcançar sucesso na Black Friday é, mantenha seu estoque organizado, planeje com pelo menos, dois meses de antecedência. É necessário se programar em relação às quantidades e variedades dos produtos.  Afinal, vender e não ter o item no estoque, por exemplo, seria embaraçoso, não acha? 

Considere encomendar produtos a mais com o seu fornecedor, principalmente aqueles que já têm grande saída fora da sazonalidade. Escolha produtos com margens de lucro altas, dessa forma é possível caprichar nos descontos.

E sabe aqueles produtos que estão criando “teias de aranha” no seu estoque?

Então, aproveite a data para tentar vendê-los, faça promoções atrativas, combos, kits especiais.

2. Precificação de produtos

Oferecer bons preços nessa época é excelente, porém, faça dentro das suas possibilidades. Cuidado para não oferecer além do possível e acabar tendo prejuízos.

Considere os custos operacionais, como, (compra de produtos e logística), as despesas fixas (água, luz, telefone, etc) e o lucro que você deseja obter na Black Friday 2021).

Além disso, seja verdadeiro e coerente com o seus clientes, não vale criar promoções enganadoras, as pessoas estão muito atentas hoje em dia, e com a internet a disposição a pesquisa ficou muito fácil, okay?

3. Sua plataforma de e-commerce é estável?

Geralmente próximo ao dia da Black Friday, e mesmo no próprio dia, o tráfego e a conversão dos e-commerces tendem a aumentarem. Portanto, tenha o seu negócio em uma plataforma de e-commerce estável. 

Já imaginou seu site fora do ar no momento em que o cliente iria finalizar a compra? assustador, concorda?

4. Decore, personalize o layout 

Customize suas páginas e comunicações com itens decorativos que remetam à data, da mesma forma, que as lojas físicas são decoradas, seu e-commerce também precisa ser, incluindo banners com fundo preto em seu site, personalizando as imagens de capa e os avatares das redes sociais, enfim, capriche no layout do seu site, dê ao cliente uma experiência única por comprar com você.

5.  Faça descrições que vendem e fotos de alta resolução

Para conseguir um bom posicionamento orgânico em buscadores como o Google por exemplo, escolha as palavras-chave certas. Nesta época do ano os clientes pesquisam termos como “melhores promoções”, “produtos baratos”, “ofertas imperdíveis”, entre outros. 

Então, use essas keywords na hora de gerar conteúdo para o seu e-commerce, sua chance de aparecer nas primeiras páginas de pesquisa são maiores.

Em relação às imagens dos seus produtos, confira se eles foram realmente fotografados de todos os ângulos e se os detalhes foram capturados. Produto com melhores fotos dão mais crédito, e as pessoas se sentem mais seguras para finalizar a compra. 

6. Dê um atendimento de qualidade ao seu cliente

No período da Black Friday, as consultas, dúvidas e reclamações dos consumidores aumentam na mesma proporção que as vendas, então é possível que suas caixas de entrada de e-mail, seu WhatsApp, seus directs no Instagram, fiquem cheios de perguntas. Tenha uma equipe, ou uma pessoa, responsável para respondê-las o mais rápido possível, seu cliente merece essa atenção, afinal, caso contrário você pode acabar perdendo vendas, ou até mesmo um cliente que poderia se tornar fiel à sua marca. 

Não se esqueça, as pessoas gostam de se sentir acolhidas, portanto, atendimento de qualidade sim, e de preferência um atendimento humanizado, pessoas gostam de falar com pessoas, não com robôs.

7. Otimize o checkout do seu e-commerce

Nesse período, é esperado uma quantidade maior de visitantes ao seu site, certo?

Mas, antes de receber esses visitantes, certifique-se de garantir a melhor jornada de compra possível. Saiba qual a sua taxa de carrinhos abandonados. E tenha em mente, se você tiver uma taxa muito elevada de abandonos, o motivo pode ser o seu checkout.

Então, respondam às seguintes questões:

Meu checkout parece seguro aos olhos do consumidor? 

Os dados sobre meios de pagamento  e frete são de fácil entendimento aos clientes? 

O cliente pode se deparar com custos a mais que não estava esperando? 

O layout oferece continuidade da experiência de compra?

Além disso, ofereça parcelamentos (a partir de um determinado valor de compra, por exemplo), o cliente pode ficar satisfeito, o que já é um bom motivo para ele adicionar mais produtos ao carrinho e consequentemente, pode aumentar o ticket médio da sua empresa.

8. Comunique opções e prazos de entrega

Com certeza, todo mundo já teve alguma vez na vida, a experiência ruim de comprar algo que não chegava “nunca”. Portanto, evite atrasos e clientes insatisfeitos, dê prazos de entrega reais, ou até prazos maiores, para que a mercadoria chegue antes do combinado (isso deixará o cliente feliz).

Você pode  também dar incentivos para aqueles que antecipam suas compras, como por exemplo, oferecer frete grátis, ou frete fixo, para compras feitas entre a segunda e terceira semanas de novembro, acima de determinado valor e/ou para determinadas regiões. 

9. Política de troca

Por fim, mas não menos importante, defina sua política de troca.

Alguém já passou pela situação de comprar um produto, e quando precisou da troca, se sentiu como se a empresa estivesse “fazendo um favor” em trocar? 

Terrível, não é? E isso não pode acontecer, dê o devido valor aquele cliente, porque senão é bem provável que ele jamais compre com você novamente.

É fundamental que você desenhe sua política de troca e torne-a visível na sua página Perguntas Frequentes (FAQ). Lembre-se de deixar bem claro quem deverá arcar com os custos e qual será a data limite, mas seja justo com seu cliente.

E aí, agora que chegou até aqui, tenho certeza que já está pensando o que fazer na Black Friday desse ano, e fazer suas vendas aumentarem e muito, certo?

Boa sorte!

Compartilhar esta matéria

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

PRECISA DE MAIS INFORMAÇÕES?

Estamos aqui para ajudá-lo. Por favor, preencha o formulário abaixo e entraremos em contato com você:

©2020 - E-commerce Rocket