fbpx

6 maneiras de realmente rastrear o ROI da mídia social

A tecnologia de marketing está sempre em constante evolução, e sempre tem espaço para melhorias de atribuição.

Saber que algum potencial cliente passou a descobrir sua marca a ponto de se tornar um cliente fiel, seria maravilhoso, não é mesmo?

Porém não é tão fácil, mas você já deve saber disso,  tendo em vista que rastrear o ROI das mídias sociais pode ser uma tarefa bem difícil.

Hoje, você poderia dizer com grande certeza e segurança que  conhece seu ROI social?

Se você  respondeu sim, meus parabéns,  e quero  fazer um brainstorming com você, mais tarde, okay? rs.

Agora se você disse não, fique tranquilo, você está com a maioria dos profissionais da área de marketing,  tentando descobrir. 

Abaixo listei para você 6 maneiras de como rastrear o seu ROI:

1. Cliques para o site por fonte

Quando alguém clica em seu site, essa pessoa já está interagindo com sua marca, isso é o básico em se tratando sobre “visitantes dos sites”. Essa é uma demonstração fiel de interesse sobre o que você está vendendo, seja produto ou serviço. Sendo assim, podemos dizer que já temos um cliente que passou para o estágio de engajamento.

Rastreando os visitantes do seu site por fonte, você conseguirá ver quantas pessoas estão se envolvendo com a sua marca a partir das fontes sociais específicas, isso irá informar se seu conteúdo social está convertendo seu público em visitantes do seu site.

Quando usamos o cliques na origem do site, podemos verificar quais canais sociais estão nos dando maior número de cliques, ou seja, sabemos qual o canal tem maior potencial para obter conversões de venda.

Portanto, você poderá criar mais conteúdos para esses canais sociais e direcionar o tráfego do site, obtendo assim o ROI que tanto buscamos.

2. Inscrições por e-mail por fonte

A primeira etapa é o tráfego do site, mas todos sabemos que a real mágica acontece nas opções de e-mail. Podemos atribuir a maioria das vendas diretamente ligadas ao e-mail. Mas, novamente, o problema de atribuição surge.

E se um assinante de e-mail inicialmente viesse das redes sociais? Temos que dar crédito ao social. 

É aí que entra o opt-in de email por fonte, usando essa métrica pode-se descobrir quantos assinantes de email estamos recebendo de nosso público social. Por exemplo, digamos que 2% dos nossos assinantes de e-mail se convertam para nossa oferta principal. Se conseguirmos obter 100 assinantes de e-mail de um canal social por semana, isso significa que podemos atribuir cerca de 2 dessas vendas ao social.

Usando nosso Valor médio do pedido e Valor do tempo de vida do cliente (LTV), podemos descobrir qual é nosso ROI para as redes sociais.  

3. Vendas por fonte

Agora  vamos falar um pouco sobre as vendas sociais diretas. Como ainda não podemos atribuir vendas a certos pontos de contato com segurança, o que faremos com as vendas por origem é apenas ter uma ideia de quantas conversões estão vindo direto das redes sociais. Mas, embora seu cliente tenha comprado no social, isso não significa que o social deva receber todo o crédito. Este cliente pode ter te encontrado por meio das redes sociais, lido 4 de seus posts, voltado à sua página social 3 dias depois,  e aí viu sua oferta novamente e decidiu comprá-la. Neste exemplo, o social definitivamente desempenhou um papel na conversão, porém  não podemos ser ingênuos a ponto de pensar que isso  é todo o peso em cada instância.

Com  as vendas por fonte, você poderá ver quanto de seu público está aceitando suas ofertas. Este é o momento de procurar certos padrões nos dados. Se você perceber que seu público social compra ofertas de ponto de entrada de R$ 100, mas não suas ofertas carro-chefe de R$ 800,  use esses dados em sua estratégia de conteúdo. Vender 100 ofertas de ponto de entrada de R$ 100 oferece um melhor ROI do que vender 1 oferta principal de R$ 800,00, por exemplo.

4. Use atribuições lineares e  Redução de tempo

Uma vez que as vendas por fonte não podem lhe dar a história real de “por que alguém comprou” (e age como se fosse uma linha muito mais reta de uma trajetória do que realmente era), você também deverá usar as atribuições lineares e de redução de tempo.

Para ser mais objetivo, você deverá usar as duas métricas. Mesmo que a venda por fonte não seja perfeita, ainda é muito útil e ajudará você a descobrir quais produtos promover em suas redes sociais. Atribuições lineares e de redução de tempo mostrarão como suas redes sociais estão convertendo, em média.

A redução de tempo dá às visitas mais recentes em sua janela de lookback mais crédito e às visitas mais antigas menos crédito. Isso te fornecerá uma boa ideia de onde as pessoas estavam antes de comprar. Sugerimos configurar essas atribuições para todos os seus canais digitais, não apenas sociais. Com esses dados, você pode ver quais de seus canais sociais estão envolvidos em conversões com mais frequência. 

Por exemplo, você pode ver que as redes sociais não têm as conversões mais altas, mas têm as maiores perdas lineares e temporais. Isso nos diz que, embora nosso ROI social possa não parecer grande, nosso público se transforma em clientes nas redes sociais.

5. Desconto nas redes sociais

Todas as maneiras de rastrear seu ROI de mídia social envolvem métricas intensas e  uma boa compreensão do Google Analytics. Porém, às vezes, você é apenas uma pessoa tentando descobrir como obter mais vendas. Outras vezes, sua equipe está tão ocupada que você não conseguiria configurar essas atribuições agora, mas você precisa descobrir seu ROI social.

É para isso que servem as próximas duas estratégias. 

A primeira estratégia é dar ao seu público social um desconto específico. Você também pode dar aos seus diferentes canais seus próprios descontos, por exemplo: 

  • TWITTER: 10%
  • INSTAGRAM: 10%
  • YOUTUBE 10%

Cada um desses códigos tem 10% de desconto. E aí, você saberá  de onde esse cliente veio, sem precisar de uma curva de aprendizado íngreme do Google Analytics.

Seu objetivo será ver quantos membros do público se convertem em clientes. Descubra qual é sua taxa de conversão com base em seu engajamento e seguidores. Por exemplo, se você tem 10.000 seguidores sociais e obtém 100 vendas, saberá que sua taxa de conversão é de 1% de seus seguidores. Se você costuma receber 500 curtidas, comentários e salvamentos em sua postagem, saberá que sua taxa de conversão é de 5% de sua taxa de engajamento. Esses números irão ajudá-lo a criar um sistema de venda  mais previsível .

Quando você sabe o quanto esperar de suas redes sociais, saberá quanto pode investir nelas antes de entrar no modo Google Analytics completo. 

6. Crie páginas de destino especiais apenas para redes sociais

Outra maneira de evitar o uso do Google Analytics, pelo menos por enquanto, é criar páginas de destino especiais apenas para seus canais sociais. Você pode fazer uma página de destino usada em todas as suas redes sociais ou criar uma página diferente para cada canal social.

Essas páginas podem ser idênticas ou ter uma cópia que mencione o canal de onde o usuário veio. O que estamos procurando é quantas pessoas convertem em sua rede social ou por canal. Uma vez que esta página é dedicada ao seu público social, suas conversões podem ser atribuídas ao seu Instagram, Twitter, YouTube entre outros.

Digamos que você tenha um público social de 10.000 pessoas e 1% converte a cada trimestre. Sua oferta é de R$ 500, então você está ganhando R$ 50.000 em redes sociais a cada trimestre. Sua equipe social custa R$ 100.000 por ano. Com esses números, você saberá que está investindo R$ 100.000 em redes sociais e obtendo R$ 100.000 de lucro (depois de subtrair seu investimento de seu lucro anual).

Ainda estou esperando a pilha de tecnologia de marketing que resolve todos os problemas de atribuição, mas a realidade é que vai ser muito difícil criá-la. É aí que entram essas 6 maneiras de rastrear o ROI social, sempre precisamos ter certeza de que nosso investimento social está valendo a pena e que a resposta está nos dados. Nós o mantemos por perto para garantir que estamos obtendo um ROI e encontrando espaço para melhorias.

Essas informações, poderão ajudá-los a ver quais são seus canais sociais de destaque e dobrar sua estratégia na mesma. Faça com que os dados fluam para que você possa começar a otimizar sua estratégia social.

Compartilhar esta matéria

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

PRECISA DE MAIS INFORMAÇÕES?

Estamos aqui para ajudá-lo. Por favor, preencha o formulário abaixo e entraremos em contato com você:

©2020 - E-commerce Rocket